sábado, 20 de setembro de 2008

Grandes duelos (2)



Uma vez mais, duelos entre cantores.
Já aqui falámos da rivalidade entre Callas e Tebaldi, e dos tenores que normalmente as acompanhavam.
Agora a história repete-se.
Gheorghiu / Alagna e Netrebko / Villazon.
São os pares que estão na ordem do dia.
Conheço fanáticos de ambos os sopranos, que pouco ligam aos tenores.
Angela Gheorghiu e Anna Netrebko são, de facto, espantosas. Villazon será (ainda não é, na minha opinião) um óptimo tenor, e Alagna será, acima de tudo e talvez com alguma injustiça, reconhecido como o marido...
A promoção destes artistas é brutal, os espectáculos sucedem-se, alguns excessos de vedetismo surgem, a vida privada devassada como se de estrelas de Hollywood se tratasse.
Qualquer que seja o gosto pessoal de cada um, estas são, indiscutivelmente, as grandes figuras da Ópera do princípio do século XXI.

Ou pelo menos aquelas que as editoras mais promoveram...



7 comentários:

Jorge Campos disse...

A propósito de um comentário seu num blog afim, porque acha que Elizabete Matos não pode fazer a Ópera em causa. Porque não preenche os requisitos de beleza necessários?
Mas o que é que eu li?!
http://operaedemaisinteresses.blogspot.com/
Foi isto que expressou?

José Quintela Soares disse...

A minha opinião está bem expressa nesse comentário.
Considero que a voz é o elemento fundamental, e no caso em apreço, se Caballé cantou o papel, porque não poderá Elisabete Matos fazê-lo?
Evidentemente que aquele papel pressupõe uma sensualidade que Matos não tem, como Mattila demonstrou em 2004 e voltará a repetir este ano.
É a minha opinião.

Jorge Campos disse...

Não tem sensualidade, eis a condição sine qua non!
Se uma cantou porque não canta a outra ou dito de outra forma se uma não foi dotada de beleza e fez porque não faz a outra?
Andam aqui uns quantos blogs a quererem um Tag de "A play boy das Divas da Ópera "
;)

José Quintela Soares disse...

Não é o propósito deste blogue.
Se não o consegue entender, será preferível não o visitar.
O senhor Campos deve pensar que temos todos de defender os seus pontos de vista.
Questão encerrada no "Opera Per Tutti" (mesmo para o senhor Campos).

Rui Luis Lima disse...

Caro José Quintela Soares!
Um dos canais de tv mais vistos aqui em casa é o Mezzo e por aqui temos descoberto uma nova geração que tem oferecido novos mundos à opera, seja nos intérpretes, como nas encenações e curiosamente a industria discográfica tem levado acabo um marketing até então nunca visto a promover sopranos e tenores, surgindo por vezes grandes duelos, em que todos nós ficamos a ganhar. A Angela Gheorghiu inflama as salas de espectáculo com a sua voz e beleza, mas a Natalie Dessay permanece a nossa preferida. (Felizmente nos dias de hoje há um manancial de nomes a descobrir).
Abraço cinéfilo
Paula e Rui Lima

Samuel disse...

E quando o par é o Alaggna con a Netrebko e numa cena 100% sexy como podemos ver no Youtube.
Samuel

R. de Castro disse...

Alagna esteve bem no "Fausto", com Terfel e Angela.Não lhe pareceu?

Locations of visitors to this page