sexta-feira, 26 de outubro de 2007

"Ernani"

Há óperas pouco conhecidas, e raramente levadas a cena, mesmo de compositores consagrados. Não fazem parte daquele conjunto de que mesmo o leigo trauteia uma ou outra ária, e são muitas vezes, injustamente esquecidas.
É o caso de “Ernani”, de Verdi.
Composta em 1844, foi a sua quinta ópera, baseada em Victor Hugo. A melodia é fantástica em todos os quatro actos, a intensidade dramática exige dos cantores uma capacidade cénica tremenda, as árias espectaculares sucedem-se, e “sente-se” Verdi constantemente.
Em 1982, o La Scala produziu uma representação desta Ópera, que ficou na memória de todos, porque felizmente foi gravada, e posteriormente editada em DVD.
O elenco é de luxo: Placido Domingo (Ernani), Mirella Freni (Elvira), Renato Bruson (D.Carlos) e Nicolai Ghiaurov (Gomez de Silva), nos principais papéis, acompanhados pela Orquestra do La Scala dirigida por Riccardo Muti.
Aconselho vivamente.
Vamos ouvir o terceto do quarto Acto de “Ernani”, “Cessaro i Suoni”, não dessa récita, mas de um concerto realizado em Nova York, com Placido Domingo, Deborah Voigt e Roberto Scandiuzzi.

1 comentário:

geocrusoe disse...

Não conheço Ernani mas pelo que vi lá conseguiu mais uma vez atingir o objectivo de despertar alguem para uma dada ópera. De facto Verdi está presente e a força do trio é enorme... para um wagneriano não haja dúvida que muitas vezes admiro este cantar italiano

Locations of visitors to this page