quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Zinka Milanov


Zinka Milanov (Zagreb 1906 - Nova York 1989), foi um soprano spinto (ou seja, um soprano “entre” o lírico e o dramático) que passou toda a sua juventude a estudar canto, quer na sua cidade natal quer em Milão e Viena.
Estreou-se em 1927 na Leonora de “Il Trovatore”.
Foi “descoberta” pelo grande Bruno Walter, que a recomendou a Toscanini para uma representação do “Requiem” de Verdi em Salzburgo.
Em 1937 faz a sua estreia no MET, e curiosamente também com a Leonora. E aí permanece longos anos.
Regressa à Europa para aparecer pela primeira vez no La Scala em 1950, na “Tosca”.
Segundo os críticos da época, Milanov atingiu o apogeu das suas enormes capacidades exactamente a partir desta altura.
Foi uma intérprete de excepção de Verdi.

1 comentário:

Aparecido João disse...

Zinka Milanov - a magnificent voice
as well as a great artist.
Verdi would applaude Il Trovatore and Aïda sang by her.


Aparecido João Esotico

Locations of visitors to this page