sexta-feira, 29 de junho de 2007

Ana Ferraz


Há poucos anos vi-a no “Elixir de Amor”. Uma bela voz, excelente presença em palco.
O soprano Ana Ferraz, que eu conhecia da Ópera de Câmara do Real Teatro de Queluz, (com Carlos Guilherme, Wagner Diniz e Elsa Saque), foi discípula de grandes Professores, bastando citar Hugo Casaes, Elsa Saque e Helena Pina Manique, a nível nacional, e fez cursos em Itália com Gino Bechi e Magda Olivero, por exemplo.
Estreou-se em São Carlos em 1991, numa ópera portuguesa quase desconhecida, “Amor de Perdição” de António Emiliano. Mas ali cantou diversas óperas, entre as quais “Gianni Schicchi”, “Don Giovanni” e “La Spinalba”.
Tem vários cd editados, mas é preciso procurar bem nas discotecas, porque neste País estes valores líricos estão praticamente votados ao ostracismo pelos pontos de venda. Mas se perguntarem, talvez tenham sorte…

7 comentários:

Anónimo disse...

Bravo,gostei muito de ver aqui uma cantora portuguesa em destaque!!Será que foi pelo comentário que escrevi acerca de outra cantora portuguesa (Helena Pina Manique)que despoletei a curiosidade no dono do blog sobre vozes portuguesas? Fico muito contente pelo seu entusiasmo e pelo gosto que tem em colocar artigos tão pertinentes no seu blog.

jose quintela soares disse...

Caro Amigo

Muito obrigado pelas suas amáveis palavras.
Na verdade, de há muito que pensava iniciar uma série com cantores portugueses, mas as mudanças de casa, até serem definitivas, colocam os nossos livros e apontamentos fora do alcance imediato....
De qualquer modo, os seus comentários sobre cantores nacionais não me têm passado despercebidos. E é bom que alguém se preocupe com eles, tão maltratados são pelos poderes "culturais" deste jardim plantado...

Um abraço

MCA disse...

Desde já fica aqui a sugestão. O grande cantor Fernando Serafim, que tem a enorme condescendência de me aceitar como aluna.

geocrusoe disse...

Ana Ferraz brilhou na Horta! reconheço a veracidade da sua descrição. Além disso, Ana Ferraz sabe cativar o público de tal forma que, um dos comentários mais ouvidos nos corredores do Teatro, após as suas interpretações com a metropolitana de Lisboa era: ela é mesma portuguesa? (dúvida e espanto que deixa transparecer os preconceitos e a falta de confiança nos cantores nacionais, e não só)

tiago disse...

muito boa

Anónimo disse...

Tenho a dizer que acha a Ana Ferraz mto boa cantora.
Vi-a actuar algumas vezes a solo quer em opera quer em recital.
Já faz alguns anos que não sei nada dela...
Mais uma que se perdeu...

Tiago disse...

Reparo que estou a escreve um comentário 10 anos depois do último, mas há pouco tempo vi o filme Tráfico de João Botelho e gostaria de saber se alguém conhece o título da da canção que Ana interpreta no filme. Se alguém ainda estiver a ler isto em 2017 um responder, um sincero
obrigado

Locations of visitors to this page