sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Ontem ouvi (12)

Estreada em Weimar em 1850.
Pode não ser a melhor gravação que existe (há quem considere uma de 1964 com Elisabeth Grummer, Christa Ludwig e Jess Thomas), mas é excepcional.
Gundula Janowitz é uma “Elsa” fabulosa, Gwyneth Jones uma “Ortrud” fantástica, e claro, James King no “Lohengrin”, está ao nível das suas acompanhantes.
Note-se que a gravação é de 1971, isto é, todos estes cantores estavam plenos de força e no apogeu das suas carreiras.
Kubelik dirige como poucos, perfeitamente à vontade numa ópera que conhecia em profundidade, e que, como sabemos, é difícil de reger, dado que a sua estrutura é algo difusa.
Recomendo.

2 comentários:

http://abebedorespgondufo.blogs.sapo.pt/ disse...

Good blog.

geocrusoe disse...

Tenho o dvd de uma gravação do mets, mas com nomes bem menos sonantes. Contudo, deu para gostar da ópera em si.

Locations of visitors to this page