sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Bocelli




Ao apresentar Bocelli ao mundo, terá alguma vez passado pela cabeça de Pavarotti que, um dia, o seu “afilhado” conseguiria dar um recital no MET?
Se passou ou não, ninguém sabe. Mas a verdade é que o tenor lá estará, no dia 13 de Fevereiro, interpretando Handel, Beethoven, Wagner e outros compositores.
Pessoalmente, não aprecio a voz de Andrea Bocelli.
Mas tem admiradores. O MET sabe-o.

3 comentários:

geocrusoe disse...

Penso que não é tanto a voz de Bocelli, ele canta mais para agradar o público do que para respeitar as exigências da partitura.
Um pouco do chamado "crossover" e este método agrada um público muito mais vasto e pouco perfeccionistas, comove-se sobretudo se sobrevalorizar o romantismo ou sentimentalismo da obra.

Paula Nunes Lima disse...

Concordamos com o José! Nem nunca ao "padrinho" lhe passou tal ideia pela cabeça, nem é uma voz operática da nossa estima.
Pois que os há por aí que não têm acesso a tanta publicidade e passam despercebidos!
Cumprimentos cinéfilos
Paula e Rui Lima

bbarahona disse...

Pois não há nada melhor do que duas cabeças diferentes para ouvir duas opiniões diferentes. O que eu gosto em Bocelli é exactamente da voz de tenor lírico (e gostos não se discutem), principalmente do registo médio que me parece bastante bonito. Já o registo agudo é mais magro e nem sempre de emissão muito fácil (como o eram por exemplo o de Corelli, Kraus ou mais recentemente de Florez - embora correspondam a tipos de voz diferentes, um mais spinto, outros mais ligeiros).
Algumas árias de opera que interpreta em disco (caso das do Andrea Chénier ou dos Palhaços) correspondem a papéis que evidentemente lhe estariam desaconselhados se fizesse uma carreira nos palcos dos teatros; mas para uma abordagem apenas em CD ou em recital parece chegar, tanto mais que se dirige a uma fasquia de público nem sempre muito conhecedor mas normalmente disponível para facilmente cair em êxtase e aplaudir entusiasticamente.
O que gosto menos é das suas interpretações, quase sempre tendencialmente semelhantes, quer seja ópera, música sacra ou canções mais ligeiras.
Bernardo

Locations of visitors to this page