quarta-feira, 16 de junho de 2010

Ontem ouvi (14)


Por vezes compramos “gravações ao vivo”, pelos elencos, e depois sofremos decepções terríveis, pela deficiente qualidade do som. Corremos o risco, porque consideramos que aquele conjunto de cantores, naquela ópera, é “histórico”.
Já me aconteceu, e certamente a todos nós.
Mas quando colocamos o cd no leitor, e ouvimos uma gravação boa, a sensação é de duplo júbilo. Comprámos bem…e normalmente barato.
Este “Mefistofele” que ontem ouvi mais uma vez, foi um caso desses. Descobri-o num belo passeio pelas ruas de Toronto, há alguns anos.
Ghiaurov, Alfredo Kraus, Tebaldi e Souliotis, em 1965, na Ópera de San Francisco.
É excelente. Diria até, empolgante.
Única ópera de Boito que ainda hoje é representada (“Nerone” caiu no esquecimento), não tem no mercado muitas gravações disponíveis.
Samuel Ramey, Cesare Siepi e Ghiaurov, são os “Mefistofele” que conheço.
E Ghiaurov é o meu eleito.



8 comentários:

Ralf disse...

Caro José,
o Alfredo Kraus "tem" um Blog:
http://alfredokraus.espacioblog.com/
abraço
Ralf

José Quintela Soares disse...

Obrigado, caro Ralf.

Lá irei!

geocrusoe disse...

Também já me aconteceu comprar dvd pelos nomes e depois ficar decepcionado pela qualidade da gravação, mas já comprei coisas interessantes em Toronto, principalmente na Yonge Street.

Hugo Santos disse...

Caro José,

acredite ou não, possuo a gravação que invoca no seu post, mas julgo nunca a ter ouvido. Com Ghiaurov no papel-titular e datado, sensivelmente, da mesma época (1964, neste caso) conto ainda com um registo do Scala com Bergonzi, Kabaivanska e Linda Vajna, dirigidos por Gianandrea Gavazzeni.

Das versões efectuadas em estúdio, aprecio bastante Treigle/Domingo/Caballe/Ligi/Rudel (EMI).

José Quintela Soares disse...

E que me diz, caro Hugo, a um registo com Ghiaurov, Kraus e Freni?

:)

Hugo Santos disse...

Pavarotti, quererá o José dizer.

Acrescente-se Caballe na Helena de Tróia e o elenco afigura-se notável, a todos os níveis.

José Quintela Soares disse...

:)

Não, caro Hugo, quero mesmo dizer...Kraus, Ghiaurov e Freni.

Em 1980.

Que tal?

José Quintela Soares disse...

Desculpe, Hugo.
Tem toda a razão.

Confundi com um "Fausto".

Abraço.

Locations of visitors to this page